• Microsoft desativa as subscrições do Groove Music

    O Groove Music, tentativa da Microsoft de concorrer no mundo do streaming musical, oficialmente não deu certo. A Microsoft decidiu mover o conteúdo do Groove para o concorrente Spotify, que, atualmente, domina o mercado. Agora ao tentar comprar músicas pela Windows Store, o usuário será redirecionado para o Spotify.



    As mudanças irão ocorrer a partir do dia 31 de dezembro, quando o Groove terá os recursos desativados para reproduzir em streaming, comprar e transferir músicas. A Microsoft garante que todo o conteúdo será migrado e não será evasivo para o usuário. Os membros do Windows Insider poderão testar a novidade a partir da próxima semana, e todos os usuários terão um prazo de até o dia 31 de janeiro de 2018 para transferir seus arquivos de um serviço para o outro.

    Esta medida drástica foi decidida porque o Groove não conseguiu crescer tanto quanto o esperado, e a sua assinatura de U$ 9,99 nunca chegou a oferecer um catálogo tão extenso quanto os da concorrência, que também oferecem recursos que atraem mais usuários.

    Vale lembrar que o Spotify é compatível com o Xbox One e o Groove Music continuará a funcionar normalmente mas apenas sem a função de streaming.

    Spotify e Groove Music são aplicativos compatíveis com o Xbox One e estão disponíveis na loja oficial da plataforma de forma gratuita.
    [no-sidebar]
  • PODERÁS GOSTAR DE LER:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Aviso!

    1. São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos.

    2. Os comentários não podem ser escritos integralmente em maiúsculas ou em parte. As maiúsculas devem ser usadas apenas no início das frases e em siglas e acrónimos.

    3. Os comentários não podem incluir hiperligações (links) ou qualquer código HTML.

    4. Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes.

    5. É inaceitável conteúdo publicitário, comercial, ou partidário.

    6. Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone.

    7. É proibido ferir ou incentivar a ferir estas regras.